quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Por vezes quero estar sozinha!
Mas detesto sentir-me só quando estou acompanhada...


quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Trabalho

Conclusões:


"Se recebesse em relação àquilo que trabalho, nadaria em dinheiro!"

"Se trabalhasse em relação àquilo que ganho, dormiria todo o dia!"

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Amizade

Por vezes os amigos separam-se, mantém-se a amizade, mas há coisas que mudam...

Por muito que queiramos manter o contacto nunca é igual quando a distância aumenta.

Quando as condições de vida mudam também a disponibilidade para os amigos muda.

Comigo, o facto de começar a namorar um rapaz de outra cidade, fez com que me afastasse fisicamente dos amigos.
O facto de ter estudado numa outra cidade, bastante afastada, levou-me a fazer uma importante amizade e atenuar ainda mais outra, mas a volta a casa fez com que a distância ganhasse e desvanecesse uma cumplicidade que já era tão grande. A volta a casa fez desaparecer uma família que por força das circunstancias se formou, três irmãs que se tinham umas às outras, para tudo.

Mas o sentimento que nos unia continua o mesmo, a disponibilidade é que mudou.

Em mim resta a saudade do passado e o desejo que o futuro nos reaproxime, que a vida seja generosa e nos permita um mais frequente reencontro!


domingo, 18 de novembro de 2012

Devagarinho... de mansinho

Voltando, devagarinho... de mansinho...

Se o tempo for andando mais devagarinho, virei matar as saudades mais ativamente (um desejo).
Se as palavras fluírem de mansinho, publicarei mais frequentemente (uma promessa).

Devagarinho, vou tentar voltar, onde já foi a minha casa, o meu desabafo, o meu eu...