domingo, 18 de abril de 2010

Na Cama


Todas as noites te beijo em silêncio.

Segredando-te ao ouvido um sono descansado.

Secretamente envolvo-te nos meus braços.

Numa cama que se revela vazia e fria.

2 comentários:

Inaí Souza disse...

Parabéns! Vc tem um jeito muito próprio e criativo de escrever!

P.B. disse...

Inaí

Muito obrigada :)

Beijinhos