sábado, 25 de abril de 2009

Sem palavras...

Iniciei este blog com pequenos textos que fui rabiscando aqui e ali...

Inicialmente escrevia um, dois, até três por dia!

Esse ritmo foi abrandando...

Os sentimentos foram estabilizando...

As palavras foram faltando!


Não consigo escrever por escrever!

Os textos surgem-me duma palavra dita...

Duma palavra ouvida...

Duma palavra sentida!


Os sentimentos são fortes, mas já aqui d'escritos!

Os textos foram ficando repetitivos...

Foram ficando cada vez mais escassos!



A autora vai, cada vez mais, ficando sem palavras...


quinta-feira, 9 de abril de 2009

Maldito abraço


Abraço-te forte na esperança que os nossos corpos se fundam num só!

Maldito abraço que torna a tua partida ainda mais dolorosa.

Maldito abraço após separação de um só unido em dois distanciados 5 longos dias!

Tem de maldito o quanto tem de saboroso... por nos tornar ainda mais do outro a cada batida do coração!

quinta-feira, 2 de abril de 2009

Deixa-me...



Deixa-me ficar quieta no meu canto!


Deixa-me sossegada com as minhas dores!


Deixa-me sozinha com as minhas preocupações!


Deixa-me em paz puta de vida!