sexta-feira, 9 de maio de 2008

Imortais

Porque realmente a letra tem tudo a ver connosco, e este é o quinto de muitos mais...



Por mais que a vida nos agarre assim


Nos troque planos sem sequer pedir


Sem perguntar a que é que tem direito


Sem lhe importar o que nos faz sentir




Eu sei que ainda somos imortais


Se nos olhamos tão fundo de frente


Se o meu caminho for para onde vais


A encher de luz os meus lugares ausentes




É que eu quero-te tanto


Não saberia não te ter


É que eu quero-te tanto


É sempre mais do que eu te sei dizer


Mil vezes mais do que eu te sei dizer




Por mais que a vida nos agarre assim


Nos dê em troca do que nos roubou


Às vezes fogo e mar, loucura e chão


Às vezes só a cinza do que sobrou




Eu sei que ainda somos muito mais


Se nos olhamos tão fundo de frente


Se a minha vida for por onde vais


A encher de luz os meus lugares ausentes




É que eu quero-te tanto


Não saberia não te ter


É que eu quero-te tanto


É sempre mais do que eu sei te dizer


Mil vezes mais do que eu te sei dizer


2 comentários:

Márcio disse...

Olá princesa linda do meu coração! :)

Porque finalmente te rendeste à Mafalda Veiga, diz lá agora se não vale mesmo a pena ouvir e apreciar tal cantora?!

O quinto?! Hum... Quinto quê?! :p Agora vejo que o tempo voa... que o tempo passa tão rápido como a facilidade de darmos um sorriso ao mundo quando estamos felizes!

Porque eu quero e estou certo que os próximos irão passar com mesma velocidade destes últimos…
… Amo-te muito!

blueminerva disse...

Love is in the air...