sábado, 27 de dezembro de 2008

O Coração...

O amor espreitou à porta que encerrava o coração...

Foi entrando de mansinho...

Sem que o coração se apercebesse foi criando as suas raízes...

Quando acordou para a realidade, o coração já não conseguia expulsa-lo de si...

A vida não faria sentido sem que aquele amor se mantivesse para sempre aceso!

terça-feira, 23 de dezembro de 2008




Ficam os votos de Feliz Natal para os meus e para todos que cá vão passando, mesmo sem intenção...

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Esperei...


Esperei o leve "toc toc" na porta...

Esperei sentir o teu toque suave a ensaboar-me o corpo...

Esperei o teu corpo para limpar com suor a água do banho...


Esperei... Esperei... Esperei...

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

367

Mais um dia que se passou...



Mais uma noite longe dos teus braços...


Passou-se o dia que tinha de especial tanto como teve de longo...

Passaram-se dolorosamente as horas esperando o teu beijo...

Passou-se o 1º aniversário de um amor só nosso...

Que de nós só teve a voz que vai acalmando a dura saudade...

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Longe de ti...


Após um ano da publicação deste texto... que abriu os meus olhos e o meu coração para o amor.

Estou aqui longe de Ti ... Esperando a sexta ainda tão distante...

Aguardando pelo encontro dos nossos corpos... que completa a união dos nossos corações!

terça-feira, 18 de novembro de 2008

Adeus

Fica um simples e terno Adeus!

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Nostalgia


Abateu-se em mim uma vontade de voltar atrás...
Voltar ao que era o tempo de escola.
Reviver o que vivi em Bragança...
Não ter horas para estar em casa;
Não ter horas para jantar;
Não ter horas para todos os afins que englobam voltar a casa dos pais!


Abateu-se em mim esta nostalgia...
As saudades que tenho do cheiro a neve!

Hum...
Lá tenho eu que voltar ao trabalho :(



domingo, 9 de novembro de 2008

Espero por ti...


Aguardo a tua chegada desde a tua partida.

Anseio o teu abraço desde o descolar dos nossos corpos.

Desejo os teus lábios desde o secar da minha boca...


Espero por ti meu amor...

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Doce saudade


Esta saudade que esmaga o meu peito

A cada pulsar do meu solitário coração

Saudade...

Sentimento nobre...

Sentimento tão belo...

Sentimento doce que me despertas...

Mas incrivelmente doloroso

Para compensação do teu abraço!

Na chegada do teu sorriso!

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Pensamento








Recordando o passado de um dia tão de novo como especial...



Lembrando as palavras que vão ecoando na gaveta da recordação...



Revendo os gestos e expressões que ambos adoptamos...



Sentindo aquele primeiro abraço tão apertado...



Fica aqui este pequeno pensamento:



Posso sentir o teu coração?





sexta-feira, 10 de outubro de 2008

Beijo molhado


Um beijo molhado nos teus lábios secos...
Faria com que os nossos corpos se fundissem num só...
O meu corpo sem o teu é uma mera sombra sem qualquer réstia de vida...

quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Obrigada amor


Amor...

Não te escrevi uma carta, nem tão pouco um postal....

Mas a nossa relação começou disto mesmo...

De palavras ditas no momento que tocaram um e o outro...

De pequenos conselhos que achávamos os mais correctos...

De opiniões trocadas e o quanto algumas agora se tornaram tão erradas!

De uma vontade imensa de conhecer melhor o rapaz que tão bem me parecia conhecer!

Não deves conseguir imaginar o quanto cada palavra tua, quer nos bons quer nos maus momentos, me tocava profundamente...

Não deves sequer entender o quanto eu me via em cada uma dessas palavras!

Obrigada meu amor...


Amo-te muito fofinho

sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Manhã de sexta...

O relógio toca apressado...


Os olhos abrem com pesar...


O corpo que se levanta por levantar!

A água fria no rosto...

As imagens toldadas da manhã...

Começo de dia sôfrego!

Mais uma viagem para o trabalho...

Mais uma ida para o Inferno...

Não fosse hoje uma manhã de sexta...

Início de dia de reencontro!

Não fosse hoje dia de estar nos teus braços...

E eu não aguentaria mais uma manhã!

quinta-feira, 2 de outubro de 2008

I carry your heart with me (I carry in my heart)

I carry your heart with me
(I carry it in my heart)
I am never without it
(Anywhere I go you go, my dear;
And whatever is done by only me
Is your doing, my darling)
I fear no fate
(For you are my fate, my sweet)
I want no world
(For beautiful you are my world, my true)
And it's you are whatever a moon has always meant
And whatever a sun will always sing is you


Here is the deepest secret nobody knows
(Here is the root of the root and the bud of the bud
And the sky of the sky of a tree called life;
Which grows higher than soul can hope or mind can hide)
And this is the wonder that's keeping the stars apart


I carry your heart (I carry it in my heart)


E. E. Cummings




Eu levo o seu coração comigo (levo-o no meu coração)



Eu levo o seu coração comigo
(Levo-o no meu coração)
Eu nunca estou sem ele
(A qualquer lugar que eu vá, meu bem,
E o que quer que seja feito por mim
Somente é o que você faria, minha querida
Tenho medo
Que a minha sina
(Pois você é a minha sina, minha doçura)
Eu não quero nenhum mundo
(Pois bonita você é meu mundo, minha verdade)
E é você que é o que quer que seja o que a lua signifique
E você é qualquer coisa que um sol vai sempre cantar


Aqui está o mais profundo segredo que ninguém sabe
(Aqui é a raiz da raiz e o botão do botão
E o céu do céu de uma árvore chamada vida,
Que cresce mais alto do que a alma possa esperar ou a mente possa esconder)
E isso é a maravilha que está mantendo as estrelas distantes


Eu levo o seu coração (Levo-o no meu coração)



Porque este poema me lembrou aquela frase que um dia me disseste...
"Estás à distancia duma mão colocada no coração... porque tu és o meu coração"

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Inveja!



Que inveja...




...do sol que durante o dia aquece o teu rosto!



...do vento que afaga os teus cabelos ao passar!


...da lua que beija os teus lábios!




....de todas as gotas de orvalho que te tocam...




Que inveja de tudo que passa por ti e te rodeia na minha ausência de Ti...








(Foto do meu amor e da minha autoria)


terça-feira, 9 de setembro de 2008

9º mês


Só para marcar este nosso nono mês de namoro...
De cumplicidade...
De saudade...
De amor...

Desde aquela primeira conversa, aquele primeiro dar de mão... Desde aquele primeiro beijo que não consigo nem sei viver sem ti...


Amo-te muito

quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Vazio sem ti


Quando acordo sozinha...


Quando almoço sem a tua companhia...


Quando o dia me deixa mais liberta...

Quando a noite cai...

Quando me aconchego nos lençóis da cama vazia...






É quando sinto mais a tua falta...


É quando busco o teu abraço apertado...


É quando procuro por um beijo teu...




Num vazio que se chama saudade!

segunda-feira, 11 de agosto de 2008

A chegada tão desejada


Nasceu com quase 10 meses... Não queria sair da barriga da mãe, nem depois de provocado o parto...
Mas a espera foi recompensada por um bébé lindo... que é os olhos da tia :D
Nasceu maior que o previsto, toda a roupa que prepararam para a sua chegada se revelou pequenina...
Agarrou-se de imediato à mama da mãe apesar do receio da sua rejeição...
E ainda dormiu como um homem grande.... a noite toda! (Disse a mãe babada, que após um parto muito dificil não cabe em si de tanta felicidade)

quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Estranhamente Triste


Estavas quase calado...
As poucas palavras saíam com pesar.
O som da voz quase ausente no teu falar...
Hoje senti-te apagado...
Senti-te estranhamente triste...

quinta-feira, 24 de julho de 2008

O Amor...



(Navegando pela net encontrei esta imagem que achei muito fofinha!)

quarta-feira, 16 de julho de 2008

Anjo meu


Tu que me amparas no dia-a-dia!
Tu que segues os meus passos...
Tu que acalmas o meu coração...
Com as tuas asas de luz isolas-me deste mundo imperfeito...
Com o teu coração de ouro mostras-me o sentimento mais profundo!
Com as palavras que podem não parecer as certas...
Tu tens sido a minha vida!


quarta-feira, 2 de julho de 2008

A Dança

As pessoas não entendem quando alguém consegue ver um coração através de uma cara "deformada"... O preconceito mora em qualquer lado, e por vezes as pessoas não pensam o quanto podem magoar os outros com os seus comentários sem qualquer fundamento!

Fica aqui esta letra, para ti, meu amor!




A Dança dos Polo Norte


Chegaste de passos apertados


Os olhos embargados


Cheios de medos teus


Pediste que te levasse a mágoa


E que te tocasse a alma olhando para os meus




Apertei-te contra ao peito, num abraço perfeito




A rua como companhia


Às vezes escura e fria


Pura realidade


Ninguém olha p'ra ti


Com olhos de gente


Ate mesmo indiferente


A quem és de verdade


Esquece o teu mundo lá fora


É hora de ir dançar

terça-feira, 24 de junho de 2008

.......




E quando tudo parece bem...


E aparentemente estou feliz...


Falta aquilo que mais importa...


A tua presença nos meus dias!







terça-feira, 17 de junho de 2008

Saudades

Não era suposto uma pessoa que ama sentir tantas saudades do seu amor...
Porque era suposto duas pessoas que se amam tanto não se separarem nunca...

Estamos separados na presença mas unidos no coração...

Nós os dois...

Pobres amantes que a vida obriga à separação!

sexta-feira, 13 de junho de 2008

Eu te Amo



Volta pra mim - Roupa Nova



Amanheci sozinho


Na cama um vazio


Meu coração que se foi


Sem dizer se voltava depois


Sofrimento meu


Não vou agüentar


Se a mulher


Que eu nasci prá viver


Não me quer mais...




Sempre depois das brigas


Nós nos amamos muito


Dia e noite a sós


O universo era pouco prá nós


O que aconteceu


Prá você partir assim


Se te fiz algo errado


Perdão!


Volta prá mim...





Essa paixão é meu mundo


Um sentimento profundo


Sonho acordado um segundo


Que você vai ligar


O telefone que toca


Eu digo alô sem resposta


Mas não desliga


Escuta o que eu vou te falar...




Eu te amo e vou gritar


Prá todo mundo ouvir


Ter você é meu


Desejo de viver


Sou menino e teu amor


É que me faz crescer


E me entrego, corpo e alma


Prá você...




Sempre depois das brigas


Nós nos amamos muito...




Essa paixão é meu mundo


Um sentimento profundo


Sonho acordado um segundo


Que você vai ligar


O telefone que toca


Eu digo alô sem resposta


Mas não desliga


Escuta o que eu vou te falar...




Eu te amo e vou gritar

Prá todo mundo ouvir

Ter você é meu

Desejo de viver

Sou menino e teu amor

É que me faz crescer

E me entrego, corpo e alma

Prá você...

quinta-feira, 12 de junho de 2008

Dor

Sinto uma dor...


Funda e lacerante!


Como um objecto cortante


Que dilacera o meu coração!




É esta distância cruel


Que nos mantém afastados!


São estes dias longos


Que aumentam a tua ausência!


É a impossibilidade de correr


Para os teus braços,


Que me abraçam fortemente!





O único abraço que aquece o meu coração!
(imagens retiradas na net)


quinta-feira, 29 de maio de 2008

Definições

Atrasado mas não esquecido aqui fica este pequeno desafio que me foi lançado pela minha amiga LC!





Familia- é tudo, o apoio que nos sustenta!

Homem- o ombro amigo, confidente, aquele abraço forte com o qual posso contar, o Márcio!

Mulher- a minha mana, mulher e futura mãe!

Sorriso- Dá cor à vida, ilumina o teu rosto!

Perfume- suave, o teu cheiro!

Carro- receio de conduzir :(

Paixão- a vida, estar ao teu lado!

Amor- a verdadeira amizade, o carinho da familia, o nosso amor!

Olhos- sinceros, o espelho da alma!

Sal- o mar, onde o sal tem toda a sua plenitude!

Chuva- as lágrimas do céu!

Livros- sem dúvida os de Nicholas Sparks!

Filmes- "Um amor para recordar", "Filadelfia" entre outros mais!

Músicas- Gosto de muitas e muito variadas!

Dinheiro- desejo o necessário para não ter que contar os trocos!

Silêncio- Tantas vezes desejado, outars quantas odiado!

Solidão- sinal de perda, abandono!

Flor- aquela rosa que um dia eu perdi!

Sonhos- não muito ambiciosos, viver e ser feliz!

Cidade- Bragança, da qual a saudade aumenta a cada dia!

País- Portugal!

Não viver sem- Amor!

Nuca deixar de ser- criança ;)

Qualidades- sincera, leal, confidente, companheira, simpática!

Defeitos- Impulsiva, teimosa, timida, um pouco vingativa!

Gostos- Estar contigo, rir, ler, escrever, os amigos, a familia!

Não passarei- sem tentar concretizar alguns dos teus sonhos!

Detesto- mentiras, estar longe de ti!

Pessoa- ser em constante movimento, fonte de aprendizagem, amor e dor!

sexta-feira, 9 de maio de 2008

Imortais

Porque realmente a letra tem tudo a ver connosco, e este é o quinto de muitos mais...



Por mais que a vida nos agarre assim


Nos troque planos sem sequer pedir


Sem perguntar a que é que tem direito


Sem lhe importar o que nos faz sentir




Eu sei que ainda somos imortais


Se nos olhamos tão fundo de frente


Se o meu caminho for para onde vais


A encher de luz os meus lugares ausentes




É que eu quero-te tanto


Não saberia não te ter


É que eu quero-te tanto


É sempre mais do que eu te sei dizer


Mil vezes mais do que eu te sei dizer




Por mais que a vida nos agarre assim


Nos dê em troca do que nos roubou


Às vezes fogo e mar, loucura e chão


Às vezes só a cinza do que sobrou




Eu sei que ainda somos muito mais


Se nos olhamos tão fundo de frente


Se a minha vida for por onde vais


A encher de luz os meus lugares ausentes




É que eu quero-te tanto


Não saberia não te ter


É que eu quero-te tanto


É sempre mais do que eu sei te dizer


Mil vezes mais do que eu te sei dizer


quarta-feira, 23 de abril de 2008

A carta que te escrevi

Sempre achei muito romântico uma bonita carta de amor.

Ter um papel com o nosso amor anotado, com as palavras escritas ao sabor da saudade.

Sempre gostei da ideia de abrir a caixa de correio e retirar um envelope com o teu toque, com o teu cheiro… Sentir a cada palavra tua o coração pulsar mais forte, sentir as tuas palavras de saudade como minhas...

Mais tarde, ao abrir o velho baú no sótão, ao retirar esta carta amarelada pelo tempo, desgastada pelo reler constante, recordar o quanto verdadeiro e sentido continua o que outrora dissemos, o que outrora escrevemos…

Meu amor, um dia, um qualquer dia, hei-de enviar-te, hei-de mandar-te esta carta…

segunda-feira, 21 de abril de 2008

Saudade

Fecho os olhos para te ver...
Abro os braços para te sentir!
Atino os ouvidos para te ouvir...

Mas sei que não estás aqui...

Quando vem a saudade de te ver, de te ter e te sentir...
Apenas me resta o ouvir doce da tua voz...
O ouvir quase quente da tua respiração...

Não estás mas estás aqui...
Estás em mim...
Em tudo que sou...
Em tudo que sinto...

sábado, 12 de abril de 2008

A nossa música



Sei de cor


cada traço do teu rosto,


do teu olhar


cada sombra da tua voz


e cada silencio,


cada gesto que tu faças,


meu amor sei-te de cor





Sei cada capricho teu


e o que nao dizes


ou preferes calar,


deixa-me adivinhar


nao digas que o louco sou eu


se for tanto melhor


amor sei-te de cor




Sei porque becos te escondes,


sei ao pormenor


o teu melhor


e o pior


sei de ti mais do que queria


numa palavra diria


sei-te de cor.




Sei cada capricho teu


e o que nao dizes


ou preferes calar


deixa-me adivinhar


nao digas que o louco sou eu


se for tanto melhor


amor sei-te de cor




Sei de cor


cada traço do teu rosto,


do teu olhar


cada sombra da tua voz


e cada silencio,


cada gesto que tu faças


meu amor sei-te de cor

sexta-feira, 4 de abril de 2008

Ausência

Aperto-te nos meus braços... tentando manter-te ao pé de mim!
Fico surda ao som da tua voz quando dizes que tens de partir...
Sinto o meu corpo esmagar-te impedindo-te de sair dos meus braços...
Sinto o coração a chorar prevendo a tua ausência...
A tua ausência é a minha dor...
Teu afastamento o meu pecado!

sábado, 29 de março de 2008

Ao embalo da tua voz

A noite cai... A espera prolonga-se...
Os minutos mostram-se horas...

O sono está lá, mas os olhos não se querem fechar...
Não quero envolver-me na noite...



Não gosto de adormecer sem ser ao embalo da tua voz!

sábado, 22 de março de 2008

Ao abandono

Devido às contradições da vida as Divagações foram deixadas ao abandono!

Iniciei esta aventura por desgosto de amor... A tristeza fez-me escrever...

Agora, tenho-te a Ti... sou Feliz... deixei de actualizar o blog!


Um apontamento devido a uma coisa que disseste estes dias...

As pessoas não são o que se vê, são aquilo que sentem.
Independentemente da aparencia as pessoas são linda se maravilhosas pelo que reflete o seu coração!



Amo-te muito

quinta-feira, 31 de janeiro de 2008

Vamos dar a volta ao mundo

Porque o mundo é simplesmente perfeito quando estou contigo, porque só perde a sua perfeição na hora da despedida...
O mundo é perfeito
quando tu sorris
o mundo é perfeito
sempre que te abraço
cada vez que vou
e luto por ti
e acredito na força
daquilo que faço
dá-me a tua mão
vamos dar a volta ao mundo
o mundo é perfeito
se quisermos mais
o mundo é perfeito
em quem se quer bem
é luz e coragem
do lado do sol
sempre que o caminho
nos traz mais alguém
dá-me a tua mão
vamos dar a volta ao mundo

sábado, 26 de janeiro de 2008

Gravidez



Estou eu super ansiosa por ser titia, mas confesso que nunca pensei que custasse tanto aturar uma grávida!







É que se não são desejos são enjoos, se não são enjoos dá-lhe para a carencia afectiva!


Está a ser complicado lidar com uma grávida... é que além de interpretar mal o que lhe dizemos também não pode ser contrariada que dá-lhe logo para chorar e fazer os outros ficar com a consciencia pesada!





Mas até vale a pena porque vai ser recompensador ter o meu sobrinho(a) nos braços...



Só espero que estes seis meses que faltam não sejam muito longos, porque não há quem ature a minha irmã! :S











Carneiro



Hoje li uma descrição do meu signo que até gostei...










A mulher nativa de carneiro é muito independente. Para ela, ser independente é poder facilitar as coisas e obtê-las ou terminá-las mais rapidamente do que o usual. Assume o comando, inclusive no romance. Será a primeira a declarar-se ao homem e será a lider desse relacionamento, no entanto agirá como se o líder fosse o seu par. Ela consegue juntar a seus pés vários homens, mas o seu coração será de um só que provavelmente não poderá ter. Mostra-se bastante feminina, embora possa fazer o trabalho de um homem, quando não há nenhum por perto. É muito sensivel ao elogio e ao reconhecimento se estes lhe forem dirigidos com sinceridade, no entanto não gosta de excessos.









quarta-feira, 9 de janeiro de 2008

Dia da separação

Espero que esse dia nunca chegue...
Se ele chegar que eu esteja em fase terminal!
Que a vida suma de mim num sopro...
Que as águas parem de rumar ao mar...
Que o sol deixe de brilhar...
E que a lua encha até rebentar!
Os céus pintar-se-iam de negro.... o dia noite ficaria!
Num dia tão triste que seria, também tudo que é vida desapareceria!
Amo-te Márcio!!!
Desapareces Tu, desaparece a Vida!

Nevoeiro

Nevoeiro denso e sombrio...

Sensação de distancia e vazio!


Este tempo faz-me pensar ainda mais em ti.

Que estás ausente pela distancia mas sempre presente pela saudade...

Dá uma vontade imensa de me perder neste nevoeiro em busca do teu terno abraço!

Apertar-te nos meus braços para não mais partires...

Apertar-te de tal forma que a distancia se torne tão insignificante e se perde nessa nuvem...


Olho o nevoeiro e imagino-te...


...de braços abertos para mim!