segunda-feira, 5 de novembro de 2007

Desilusão

Haverá coisa pior na vida que a desilusão?
Haverá coisa pior do que constatar que nada nem ninguém é como imaginamos?
Haverá coisa pior do que ver que algo ou alguém não é como esperamos?

Quando chega a desilusão acaba-se tudo, vai-se a ilusão que mantem algo vivo!
Cheguei à conclusão que a minha sina é ser uma desilusa! Passo a vida decepcionada!
Pensamos sempre que após a primeira nao voltamos a enganar-nos, que não voltamos a cair...
Mas sabemos que não é assim, porque voltamos a confiar nas pessoas, nos sentimentos e na vida!

Os buracos da vida vão-se moldando ao nosso caminho, para que não esqueçamos nunca o quanto ela é dificil...


Mas pergunto:

Será que as desilusões não poderiam ser menos constantes?

Será que por uma vez uma pessoa não poderia ser aquilo que esperamos?

Será que temos que sofrer mais uma e outra desilusão sempre nos piores momentos, naqueles que estamos mais em baixo?



A pergunta final:

Porquê culpar a vida se a culpa é só nossa?

7 comentários:

Sónia Costa disse...

Minha amiga, que palavras de desistência...
A culpa não é nossa; a culpa não é tua.
A vida não tem de ser eternamente difícil. Mas isso depende antes de mais nada da tua força, da tua vontade de mudar o rumo, da tua confiança.
Devias ler "O Segredo"...Nós somos como um íman que atrai tudo aquilo que domina o nosso pensamento. Se tivermos pensamentos positivos, atraimos coisas positivas; se tivermos pensamentos negativos, vamos atrair coisas negativas na nossa vida. Nos momentos mais difíceis devemos activar os "Interruptores Secretos", que são as lembranças de coisas boas, como um momento, uma música, uma pessoa...Algo que nos faça sentir bem. Para eliminar as más vibrações e sermos capazes de levantar a cabeça e seguir em frente.
Tu, como todas as pessoas, és o íman mais poderoso do Universo. Por isso, esforça-te por atraires coisas boas.
Sinceramente acho que esse livro te ia ser muito útil...

Márcio disse...

Era teria algumas coisas a dizer, mas como tempo já não é muito e acho que a Sónia já falou o que haveria de sábias palavras para dizer...
A verdade é que à relactivamente pouco tempo passei por situação idêntica, e sei de alguma coisas pelos que poderás estar a passar neste momento. Mas aqui o importante és tu, és tu que terás que lutar por ti... és tu que terás que ter a força para dar a volta por cima... e acredita que o tempo também i´rá sempre dar um empurrãozinho.
Beijinhos

P.B. disse...

Sónia e Márcio

Esta desilusão fez-me ver coisas que eu não queria, por isso ter-me abalado tanto. Por vezes não estamos à espera que as pessoas tenham determinadas atitudes e daí a desilusão.
Mas como já te disse Sónia, eu acabei por ver que afinal não tinha razões para ficar tão desiludida...
A minha impulsividade é a culpada... fervo em pouca água e só depois vejo que afinal até podia estar errada!

Beijos

hr disse...

e assim, sei que custa ouvir isso, e ainda mais dizer-te, mas o que a sonia diz e vdd, pq se te sentes sempre em baixo ninguem te vai conseguir empurrar para cima, se pensas que nada te corre bem acredita que nao vai correr mesmo...
tens de ter atitude positiva, sempre, aprende cmg, qd estou em baixo e seguir com um sorriso na cara e td passa, tudo se resolve por mais dificil que pareca, nao desistas dos teus sonhos e como costumo dizer qd pedires algo pede sempre a mais e fica contente pelo que recebes pq por mais que pecas nunca vais ter td o que queres, mas qt mais pedires mais podes ter...
atitude positiva... tens que a ter sempre e ves que tudo se resolve... acredita em mim... e ainda mais em ti!!

Anónimo disse...

sinto-me exactamente como tu :'(

P.B. disse...

Anónimo

Olá...
Se continuou a ler o meu blog deve ter percebido certamente que a vida dá mutas voltas, às vezes até num espaço de tempo muito curto.
Quando essa mudança acontece chegamos à conclusão que a desilusão não foi assim tão grande, a espectativa é que era grande de mais.
Beijos

Cátia Martins disse...

Infelizmente também sei o que é tudo isso... Na vida somos constantemente desiludidos e pelas pessoas que menos esperamos.A dor e a mágoa da solidão cai sobre nós...É como se parte de nós tivesse desaparecido.E então surgem os "porquês", as perguntas sem resposta e o sofrimento aumenta. Por darmos demais de nós aos outros e criarmos expectativas é que acabamos magoados...Mas será solução não voltar a confiar e não dar parte de nós?Isso só o tempo o dirá...toda a gente se desilude o q muda é a reacção, então é tempo de reagir...