quinta-feira, 25 de outubro de 2007

De volta à vida

Esta foi a última noite!
Disse todas as parvoíces que tinha para dizer, chorei todas as lágrimas que tinha para chorar, limpei-as, ergui a cabeça e finalmente segui em frente!
Quebrei as malditas correntes que me prendiam.
Finalmente percebi que não vale a pena viver numa obsessão! Percebi que vivendo numa obsessão nunca terei vida. Se quero a minha vida de volta tenho que vivê-la.
Páro agora de viver para Ti, passo a viver para MIM, que é para quem nunca devia ter deixado de viver!

5 comentários:

Sónia Costa disse...

Nota-se uma grande vontade de mudar, de valorizar o teu próprio Eu. Isso é que é importante.
não sei de quem falas, mas pelos teus textos dá a entender que essa pessoa não merece as palavras que escreves, as lágrimas que choras, a dor que sentes...Posso estar enganada, mas é o que ao ler o que escreves depreendo.
Dá valor a ti mesma. Quero visitar este blog e começar a ler textos de força, de alegria, com mais palavras lindas e não palavras tão tristes, sofredoras...Isto porque espero sinceramente que venças e que fiques bem.
beijinhos

Helder Pinto disse...

Cara P.B., nada melhor que uma desilusão acompanhada com a força de a transpor para incutirmos melhor rumo nas nossas vidas.
Sei que momentos como este têm de ser acompanhados por uma valentia imensurável para serem superados. Mas também sei que o irás conseguir, fruto da necessidade que temos em obter sempre o melhor para nós. Tenho-te como uma mulherinteligente e capaz, por isso nada receies.

O egoísmo pode muitas vezes ser encarado como defeito, mas nestas situações serão sempre a melhor das nossas virudes.

Beijo.

P.B. disse...

Sónia
Como eu costumo dizer: não amamos quem queremos, mas quem o coração quer. Não se trata de ele merecer ou não, simplesmente não me ama. Eu estava a viver para algo que não existe, e então perecebi que tenho que dar a volta por cima e viver para algo que me é importante... O meu bem-estar!
Obrigada e prometo textos mais alegres brevemente!

Hélder
Vejo isto como tu, não se trata de um egoísmo doentio, porque se é para o nosso bem é também para o bem daqueles que nos rodeiam. Só estaremos bem com os outros se estivermos bem connosco!
Também te acho um homem inteligente e prespicaz tendo em conta tudo que escreves! Obrigada

Beijos

♥Angel★ disse...

Assim sim, assim já gosto mais de te ler... e é com essa atitude que tens que permanecer. Vai descobrir o mundo, o que ele tem para te dar!

P.B. disse...

Angel
Vou tentar manter estas minhas convicções sempre. Agora que percebi o que quero não pretendo que mude!
Beijos